Agende a sua Consulta Presencial ou por Telemedicina

Luxação glenoumeral

Ilustração da Luxação Glenoumeral

O que é luxação glenoumeral?

O termo luxação define uma incongruência articular completa, na qual as superfícies articulares são incapazes de deslizar uma sobre a outra, provocando dor e bloqueio do movimento

A luxação glenoumeral do ombro geralmente acontece após um trauma sobre o ombro, principalmente em esportes de contato ou durante movimentos em que o membro superior se encontra elevado acima da cabeça.

Também pode acontecer em episódios de convulsões e choque elétrico, devido a forte contração muscular que acaba deslocando o ombro do lugar.

A maioria das luxações são anteriores (cerca de 85% dos casos), e provocam lesões ligamentares e ósseas durante o deslocamento súbito.

A clássica lesão ligamentar é conhecida como lesão de Bankart, que nada mais é do que o arrancamento do lábio de sua inserção na glenóide, podendo ou não estar associado a abrasões ou fraturas ósseas na glenóide (Bankart ósseo) ou na cabeça do úmero (lesão de Hill-Sachs).

Tais lesões são bem visualizadas em exames de ressonância magnética. Essas três lesões são responsáveis pela instabilidade do ombro e pela apreensão que o paciente sente ao realizar movimentos com o braço acima da cabeça.

Quando está indicado a cirurgia?

A cirurgia visa corrigir tais defeitos e sua indicação vai depender da idade do paciente, do grau de atividade, do número de episódios de luxação e da presença ou não de grandes defeitos ósseos na glenóide e na cabeça umeral.

De acordo com a indicação, o tratamento pode ser feito por via artroscópica, com o objetivo de fixar o lábio da glenóide de volta a posição original.

Essa fixação é feita com âncoras que se inserem dentro do osso e possuem fios de alta resistência que permitem “amarrar” o ligamento de volta a posição original.

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Ficou alguma dúvida?

Telemedicina para Ortopedia

Envie sua mensagem