Agende a sua Consulta Presencial ou por Telemedicina

Rupturas do Manguito Rotador

Ilustração da Ruptura do Manguito Rotador

O que é?

Os músculos do manguito rotador são formados pelo subescapular, supraespinhal, infraespinhal e redondo menor. Juntos são responsáveis por permitir que a pessoa possa pegar um objeto acima da cabeça, escovar o cabelo, coçar as costas ou arremessar um objeto.

Recebem a denominação de “manguito rotador” devido ao fato de recobrir a cabeça do úmero como um capuz ou coifa, permitindo movimentá-la em rotação interna e externa e elevação.

Em pacientes jovens, que utilizam o ombro de forma repetitiva em atividades acima da cabeça, é comum o aparecimento de inflamação nesses tendões devido à síndrome do impacto (explicada no tópico anterior).

Ruptura do Manguito

Quais os sintomas?

Os sintomas de um tendão rompido são os mesmos da tendinite do ombro, porém começa a haver algum grau de perda de força quando a ruptura tendinosa é grande.
São sintomas comuns:

  • Dor no ombro e na face lateral do braço;
  • Dor ao dormir sobre o ombro;
  • Dor noturna;
  • Dor ao elevar o ombro acima da cabeça;
  • Dor ao pentear o cabelo;
  • Dor ao abotoar o sutiã ou coçar as costas;
  • Perda de força para executar atividades com o braço acima da cabeça.

Qual o tratamento?

Diferentemente da tendinite, a ruptura total desses tendões não cicatriza por meios convencionais, sendo necessário tratamento cirúrgico quando bem indicado.

O tratamento conservador está indicado em pacientes com rupturas parciais menores que 50% da espessura do tendão. Pacientes com rupturas parciais maiores que 50% da espessura do tendão podem ser candidatos à cirurgia quando o tratamento conservador não melhora o quadro de dor. Pacientes ativos, com rupturas tendinosas completas são fortes candidatos à cirurgia.

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Ficou alguma dúvida?

Telemedicina para Ortopedia

Envie sua mensagem